Sporting

Sá Pinto: "Ainda não encontrei nenhuma equipa melhor do que o Sporting"

Sá Pinto admite que a sobrecarga de jogos pode afectar o rendimento da sua equipa
Foto
Sá Pinto admite que a sobrecarga de jogos pode afectar o rendimento da sua equipa Foto: Francisco Leong/AFP

Sá Pinto, treinador do Sporting, garantiu nesta sexta-feira que ainda não enfrentou nenhuma equipa que tivesse sido superior aos "leões".

“Ainda não encontrei nenhuma equipa desde que cá estou que tenha sido superior ao Sporting, nem em termos de qualidade de jogo, nem em termos de oportunidade, nem em posse de bola. Temos sido muito penalizados e acho que esta equipa não merece”, disse o treinador sportinguista, que defendeu que quando a equipa se desconcentra é muito penalizada.

Na antevisão do jogo com o Feirense, “lanterna vermelha” da prova, Sá Pinto garantiu que a derrota da última jornada no terreno do Gil Vicente (2-0) teve “reflexos normais”. “Os jogadores do Sporting gostam de ganhar e de fazer jogos perfeitos e isso passava pelo último jogo, queríamos muito ganhar, não conseguimos. [A derrota] Teve reflexos normais numa equipa que quer ganhar, mas continuamos confiantes e empenhados”, disse.

Sá Pinto considerou que o Sporting que eliminou o Manchester City da Liga Europa é o mesmo que na passada segunda-feira foi derrotado em Barcelos. “Não acho que esta equipa tenha duas caras, a equipa tem estado sempre de uma forma séria e profissional a encarar todos os jogos”, disse.

Para o encontro de sábado, às 20h15, Sá Pinto disse esperar um Feirense “organizado, combativo, forte nas bolas paradas, com jogadores muito rápidos no momento da transição, e certamente, muito motivado”.

Sem querer comentar a arbitragem polémica de Bruno Paixão no embate com o Gil Vicente, Sá Pinto desejou que no encontro de sábado o árbitro Vasco Santos (Porto) “faça um grande trabalho e seja uma mais-valia para o confronto”.

Com a equipa no quinto lugar da Liga, a 15 pontos do FC Porto, líder, Sá Pinto não quis estabelecer metas para a Liga, garantindo que o Sporting “pensa no próximo jogo e em conquistar a vitória”.

Sá Pinto admitiu que os nove jogos que a equipa disputou em 33 dias têm sido “violentos”, mas assegurou que “os jogadores estão envolvidos e querem estar sempre bem”.

O técnico assegurou que tem alternativas no plantel, mas reconheceu que, em alguns casos, as mudanças podem afectar a dinâmica da equipa. “As mudanças, se forem muitas, podem não ajudar na dinâmica da equipa. Temos que ter cuidado na forma como preparamos o jogo, porque a equipa está com boa dinâmica”.

O Sporting ocupa a quinta posição da Liga, com 41 pontos, menos um que o Marítimo, quarto classificado, e menos 15 que o FC Porto, líder da prova.

O Feirense, que não ganha há 10 jogos, é o “lanterna vermelha” da competição, com 17 pontos.