Clubes vão receber mais dinheiro por terem jogadores nos Europeus

Foto
Um momento do congresso da UEFA Foto: Bulent Kilic

Este anúncio faz parte do Memorando de Entendimento assinado pelos presidentes da UEFA, Michel Platini, e da Associação Europeia de Clubes (ECA), Karl-Heinz Rummenigge e foi revelado após a realização do XXXVI Congresso Ordinário da UEFA, em Istambul.

O acordo, válido de 2012 a 2018, demonstra “a excelente relação laboral com os clubes e representa um verdadeiro sucesso na tentativa de fortalecer ainda mais a união da família do futebol”, disse Michel Platini.

Para Rummenigge, com a assinatura do memorando, a “UEFA reconhece claramente a importância dos clubes e a contribuição significativa que eles têm para o consequente sucesso do futebol de selecções”.

Mais três pontos importantes reclamados anteriormente pelos clubes passam também a ser salvaguardados por este documento: a participação dos clubes nos processos de decisão das competições da UEFA, o estabelecimento de um seguro que cubra as lesões dos jogadores das equipas europeias ao serviço das respectivas selecções e a existência de um calendário internacional com nove jornadas duplas durante dois anos, sem jogos particulares isolados e com remoção da data de Agosto para amigáveis.