Gil Vicente-Sporting

Sá Pinto quer “avaliar com calma” as decisões do árbitro

O treinador do Spoting preferiu não analisar os lances de arbitragem
Foto
O treinador do Spoting preferiu não analisar os lances de arbitragem Foto: AFP

O treinador do Sporting disse no final da partida em Barcelos, onde os “leões” perderam por 2-0, que a sua equipa fez “tudo para ganhar”.

Para Sá Pinto o confronto contra o Gil Vicente foi “emocionalmente” difícil e os jogadores sportinguistas tiveram que “lutar contra várias adversidades” e “fizeram tudo para ganhar”.

O técnico preferiu não comentar os lances de arbitragem, porque pretende “avaliar com calma” as decisões mais polémicas. “Tenho-me pautado por ser equilibrado nas minhas afirmações”, justificou.

“Tentámos ultrapassar este adversário, acreditámos até ao final e tivemos momentos que foram decisivos e em que poderíamos ter ganho. Acho que merecíamos, independentemente da estratégia do Paulo [Alves]. Não conseguimos, terá de ficar para a próxima”, concluiu.

Do outro lado, Paulo Alves considera que o triunfo contra o Sporting, “um adversário que estava motivadíssimo depois da brilhante jornada europeia”, é “um passo bom” para garantir a manutenção.

“Eu, no primeiro penalti, confesso que não consigo ver. No segundo, consigo e parece-me claramente para grande penalidade. E o lance do Schaars dá-me a impressão que ele mete o pé por cima. As decisões parecem-me acertadas”, referiu sobre os lances mais controversos no encontro.