Ténis

Nadal: “É impossível um desportista de elite dopar-se”

Nadal diz que não é possível haver doping no desporto de alta competição
Foto
Nadal diz que não é possível haver doping no desporto de alta competição Foto: Nicolas Asfouri/AFP

O número 2 do ténis mundial diz que tem de dizer onde está todos os dias do ano. “Às três faltas castigam-te com um ano. É um atentado à privacidade”.

Rafa Nadal falou da polémica do doping surgida depois de uma sátira da televisão francesa que acusava o tenista e o desporto espanhol e do mundo do ténis recorrerem ao doping. Numa entrevista à TVE, o número 2 do mundo admitiu haver doping em “Espanha, em França e em qualquer lado do mundo”, mas que no desporto de alta competição é impossível devido ao controlo que existe.

“O regime é uma brutalidade. Tenho de dizer onde estou durante todos os dias dos 365 do ano. Tenho de dedicar uma hora às pessoas de antidopagem. À terceira falta castigam-te com um ano de sanção”, desabafou Nadal.

“O que sei”, continua, “é que não há nenhum desportista de elite que compita dopado porque o regime é uma brutalidade. É um atentado à privacidade dos desportistas”, conta o tenista.

“Sou o primeiro a querer um desporto limpo, mas os meios não são justos”.

Segundo o espanhol, o problema “existe no mundo inteiro porque há sempre atletas dispostos a fazer batota”.

Nadal desvalorizou ainda os “sketches” das marionetas francesas Guignols, difundidos após a suspensão, a 6 de Fevereiro, do ciclista espanhol Alberto Contador, por dois anos devido a um controlo anti-doping positivo durante o Tour de França 2010, que originou grande polémica entre França e Espanha.

Os “sketches” sugeriam doping generalizado em Espanha e acusavam de se doparem Nadal, Contador, o guarda-redes do Real Madrid Iker Casillas e o jogador de basquetebol dos Los Angeles Lakers Paul Gasol.

“São coisas do passado. Tratou-se de um ataque contra o desporto espanhol e generalizou-se uma coisa que não é. Mas está terminado. Nós também alimentámos o caso mais do que o devíamos”, afirmou.

O polémico programa satírico francês