McDonald’s: a maior livraria infantil do Reino Unido

Durante um mês, os bonecos do Happy Meal vão ser substituídos por livros. Há nove milhões para distribuir

Foto
No Reino Unido, em 2011, venderam-se cerca de 6,4 milhões de livros infantis por mês Stéfan/Flickr

Esqueçam os bonecos, pensem em livros. Durante quatro semanas, os miúdos e os (muitos) colecionadores dos bonecos da McDonald’s não os vão encontrar dentro da embalagem do Happy Meal do Reino Unido. A cadeia de fast-food vai distribuir nove milhões de livros do escritor Michael Morpurgo.

No seguimento do acordo assinado com a editora Harper Collins, o diário britânico The Telegraph apelida a McDonalds’s de "a maior cadeia de livros infantis do país": em 2011, no Reino Unido, venderam-se 1,16 milhões de livros para crianças por semana, cerca de 6,4 milhões por mês.

Com o livro de Michael Morpurgo, a McDonald’s oferece também uns fantoches de dedos relacionados com a série de livros. A cadeia norte-americana já fez uma campanha de promoção da leitura infantil semelhante na Suécia, onde teve bastante êxito.

Depois da decisão de vender apenas leite orgânico, de afixar o valor calórico das refeições e de remodelar o plano de comunicação, esta é mais uma forma de a McDonald’s “melhorar a sua reputaçãoo”, refere o The Telegraph.