Fotogaleria
“We are the 99%” DR
Fotogaleria
“We are the 99%” DR

Lego também ocupou Wall Street

Na animação há cartazes “We are the 99%”, máscaras “V de Vingança”, “polícias a agredir manifestantes (e a posar para a fotografia) e até citações de Goethe

“As grandes empresas estão a ser atacadas! E o destino do um por cento está nas tuas mãos!” Este o slogan de uma espécie de campanha viral com a marca Lego — mas que não é da responsabilidade da empresa dinamarquesa — e que pretende refazer parte do puzzle Occupy Wall Street.

Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência. Trata-se de uma animação (parte “stop motion”) idealizada por Taige Jensem e pela Slate V, que procurou manter o estilo das publicidades da Lego.

O clip de cerca de 40 segundos (onde podem ouvir-se frase como “Chamem a brigada!” ou “Arranja um emprego!”) mostra uma pequena manifestação em Zuccotti Park.

PÚBLICO -
Foto
“Arranja um emprego!” DR

Está lá tudo. Cartazes “We are the 99%”, máscaras “V de Vingança”, “polícias a agredir manifestantes (e a posar para a fotografia) e até citações de Goethe.

PÚBLICO -
Foto
“Arranja um emprego!” DR

A caixa fictícia chama-se “O.W.S. Riot Brigade” e é apresentada ao lado da edição “Primavera Árabe” (vendido separadamente).

No último ano, involuntariamente a Lego acabou por ser um dos muitos meios de propaganda. A página de Facebook Occupy Lego Land é um dos casos mais inventivos — e foi citado duas vezes na lista das melhores “notícias Lego” selecionada pelo jornal NY Daily News.