Fotogaleria
Termini, o mais importante nó de transportes públicos de Roma DR
Fotogaleria
Termini, o mais importante nó de transportes públicos de Roma DR

Ateliermob conquistou 2.º lugar em concurso em Roma

O concurso era aberto a arquitectos com menos de 35 anos. O desafio: Termini, o quarteirão onde se localiza o mais importante nó de transportes públicos de Roma

O Ateliermob, um atelier português de arquitectura, design e urbanismo, conquistou o segundo lugar num concurso internacional da Ordem dos Arquitectos de Roma que procurava ideias para o quarteirão de Esquilino, na capital italiana.

De acordo com o atelier, com sede em Lisboa, o concurso internacional era aberto a arquitectos com menos de 35 anos, desafiando-os a desenvolver um projecto para o quarteirão onde se localiza o mais importante nó de transportes públicos de Roma (Termini) e locais de culto como Santa Maria Maggiore ou São Giovanni in Laterano.

O atelier adiantou, em comunicado, que o projecto da sua autoria tinha ficado apurado numa primeira fase do concurso, tendo sido a única equipa sediada fora de Itália a ser seleccionada para a segunda fase, conquistando depois o segundo lugar.

A proposta partia de uma reflexão sobre o modo como as cidades históricas, ao longo do tempo, têm vindo a ser construídas por camadas que se vão sobrepondo. “Em Roma pode-se constatar que a primeira preocupação da civilização emergente era alterar ou esmagar a antecedente. Com a emergência das ciências sociais que estudam o passado e consequente valorização da memória, a história e o património, as cidades como Roma ficaram sem uma estratégia urbana para os seus centros que não passasse, exclusivamente, pela musealização”, contextualiza o atelier.

Esta musealização “teve momentos extraordinários como quando, na 2.ª Grande Guerra Mundial, o património edificado foi poupado da destruição, tido como um acto humanista, ainda que a barbárie sobre os seus habitantes se fizesse sentir nas ruas”. Desta reflexão resultou uma proposta “que se pretende provocadora, a partir de um edifício que condensa as diferentes necessidades do bairro de Esquilino, estabelecendo um edifício ponte sobre as inúmeras linhas férreas que obstaculizam o fruir da cidade”.

O Ateliermob é uma plataforma multidisciplinar de desenvolvimento de ideias, investigação e projectos nas áreas da arquitectura, design e urbanismo. Desde 2005 que o atelier tem realizado conferências e recebido distinções, entre outras, o projecto selecionado para o Festival de Arquitecturas Vivas em Montpellier (2009), 1.º Prémio no Concurso para o Novo Cemitério de Moura (2008), 1.º Prémio do Concurso Internacional para a Dinamização das Margens do Rio no Médio Tejo (2007) e uma Menção Honrosa no Concurso Internacional para o Novo Tribunal de Grande Instância de Paris (2006).

Em 2007 foi integrado na lista dos dez ateliers emergentes em Portugal, promovida pelo “New Italian Blood”, um portal especializado na idealização e gestão de concursos e prémios de arquitectura.