Futebol internacional

Samoa Americana consegue primeira vitória da sua história

Uma vitória histórica para a Samoa Americana
Foto
Uma vitória histórica para a Samoa Americana DR

Mais conhecida por estar do lado errado da maior goleada da história dos jogos entre selecções, a Samoa American conseguiu na última terça-feira a sua primeira vitória em jogos internancionais, batendo o Tonga por 2-1 em jogo da qualificações da Oceania para o Mundial 2014.

Foi um início auspicioso para os samoanos no longo e dífícil caminho para o Mundial, agora com a orientação técnica do holandês Thomas Rongen, treinador com experiência na Major League Soccer e que esteve recentemente na selecção de sub-20 dos EUA.

Os heróis do primeiro triunfo da Samoa Americana chamam-se Ramin Ott, avançado de ascendência alemã que vive e estuda na Nova Zelândia (melhor marcador da história da selecção, com dois golos), e Shalom Luani, um defesa de 17 anos.

"Estamos muito satisfeitos por ter começado o torneio com uma vitória, mas é mais importante o que esta vitória significa para a história da Samoa Americana", diz o técnico holandês.

Membro da FIFA desde 1998, a Samoa Americana está actualmente no último lugar do "ranking", com zero pontos, tal como as selecções de Andorra, Monserrat, Samoa e San Marino, mas deverá subir uns lugares na próxima actualização.

Antes desta vitória, os samoanos já haviam conseguido um triunfo sobre Wallis e Futuna, uma ilha do Pacífico Sul administrada por França, mas este jogo não conta para a FIFA porque o adversário não integra o organismo.

A Samoa Americana já disputou 40 jogos, registando duas vitórias, zero empates e 38 derrotas, com 21 golos marcados e 292 sofridos, e participou na maior goleada de sempre em jogos internacionais, uma derrota em 2001 por 31-0 frente à Austrália.

Um triunfo histórico
Uma derrota histórica