Iniciativa foi pensada para 2017, mas não será possível antes de 2020

Igreja portuguesa quer organizar Jornadas Mundiais da Juventude

A próxima JMJ de carácter internacional será celebrada em 2013, no Rio de Janeiro
Foto
A próxima JMJ de carácter internacional será celebrada em 2013, no Rio de Janeiro Andrea Comas/Reuters

Os responsáveis da Igreja Católica em Portugal querem organizar uma Jornada Mundial da Juventude (JMJ) no país. O pedido foi ontem assumido publicamente pelo director do Departamento Nacional de Pastoral Juvenil (DNPJ), da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP), padre Pablo Lima.

Durante o encontro que reuniu cerca de 10 mil jovens portugueses participantes na JMJ de Madrid, que decorreu esta manhã no pavilhão Madrid Arena, o padre Pablo Lima voltou-se para o seu colega Eric Jacquinet, do Conselho Pontifício para os Leigos, do Vaticano, e disse-lhe: “Os jovens portugueses gostariam imenso de, um dia, poder organizar uma Jornada Mundial da Juventude em Portugal.”

No encontro, estavam presentes 17 bispos portugueses – só faltavam os titulares de cinco dioceses. Num dos momentos do encontro, o cardeal-patriarca de Lisboa e presidente da CEP; afirmou aos jornalistas que a ideia já tinha sido colocada para 2017, coincidindo com o centenário dos acontecimentos de Fátima.

A próxima JMJ de carácter internacional será celebrada em 2013, no Rio de Janeiro. O anúncio oficial será feito pelo Papa no próximo domingo, na missa de envio da jornada da juventude em Madrid, que deverá reunir cerca de um milhão de jovens.

Normalmente, as JMJ têm oscilado entre um país europeu e um de fora da Europa, bem como entre diferentes grupos linguísticos. Tendo em conta que o Brasil acolherá a de 2013 (e não 2014, como seria normal, para evitar a coincidência com o Mundial de futebol), em 2016 deverá ser um país do Norte da Europa. Em 2019, seria a vez de outro país não-europeu (África do Sul poderá ser uma opção, já que o continente ainda não recebeu nenhuma JMJ). Só depois disso se poderia colocar a hipótese de Portugal.

Sugerir correcção