Futebol

Liga adia por uma temporada aplicação de punições mais severas

Os comportamentos incorrectos nos estádios vão continuar a ser tratados de forma benévola
Foto
Os comportamentos incorrectos nos estádios vão continuar a ser tratados de forma benévola Luís Efigénio/NFactos (arquivo)

As alterações ao regulamento disciplinar da Liga que implicavam a possibilidade de punir de um a três jogos à porta fechada os clubes cujos adeptos provocassem interrupções de jogo superiores a cinco minutos, só vão entrar em vigor na época de 2012/13.

O agravamento das penalização aos clubes cujos adeptos provoquem interrupções de jogo superiores a cinco minutos ou a punição de declarações sobre as equipas de arbitragem desde a sua nomeação até à hora do jogo, que tinham sido aprovadas a 27 de Junho por 22 dos 32 clubes profissionais de futebol, foram adiadas por uma época.

Este adiamento deve-se ao facto de a adequação dos estatutos da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) ao Regime Jurídico das Federações Desportivas implicar que aquele organismo esteja sem Assembleia Geral (AG) constituída, impossibilitando a ratificação das alterações.

Justificando o adiamento, fonte da LPFP disse que “seria manifestamente negativo para a estabilidade das competições” que a época de 2011/12 fosse disputada com dois quadros regulamentares diferentes, admitindo, assim, que as alterações apenas possam ser efectivas em 2012/13.