Benfica

Witsel custou 6,5 milhões de euros e montante pode subir

Witzel foi apresentado ao lado de Rui Costa
Foto
Witzel foi apresentado ao lado de Rui Costa Filipe Arruda

O Benfica apresentou nesta quarta-feira o reforço mais caro da temporada. Com duas horas e meia de atraso em relação ao previsto, Axel Witsel vestiu a camisola do clube da Luz, após assinar um contrato de cinco anos.

Ao que o PÚBLICO apurou, a transferência custa à cabeça 6,5 milhões de euros, um montante que pode subir, mediante a performance desportiva do jogador e do clube. A cláusula de rescisão é de 40 milhões.

Witsel, de 22 anos, é um médio internacional belga, que pode jogar em várias posições do meio-campo. “Jogo como dez ou oito”, disse o futebolista, apresentando-se como um “tecnicista”, embora tenha recusado comparações com Rui Costa, que considerou “um grande jogador”.

Após 13 anos no Standard Liège, Witsel decidiu emigrar e preferiu o Benfica à Roma, outro dos pretendentes à sua contratação. “É um grande clube na Europa, o maior em Portugal e foi por isso que o escolhi”, explicou o médio, citando Saviola e Aimar como os jogador do Benfica que melhor conhece. O novo reforço disse ainda estar em boas condições e preparado para dar de imediato o seu contributo à equipa.

Além de ser reconhecido pela técnica e pelo potencial como futebolista (“é uma contratação de peso”, disse Rui Costa), Witsel ganhou também notoriedade no YouTube por causa de algumas entradas duras, especialmente uma em que fracturou a perna a um adversário. Confrontado com a agressividade que lhe é atribuída, o belga desvalorizou o caso, afirmando que se tratou de “um acidente”.