Futebol

FC Porto confirma que André Villas-Boas pediu a rescisão

Villas-Boas vai pagar os 15 milhões da cláusula de rescisão
Foto
Villas-Boas vai pagar os 15 milhões da cláusula de rescisão Nuno Ferreira Santos

O FC Porto já comunicou à CMVM que foi “notificado” por Villas-Boas da “intenção” de “resolver, sem justa causa, o contrato de trabalho desportivo”.

Numa nota publicada no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) os portistas informam que foi accionada "a respectiva cláusula de rescisão, de imediato”.

“Nesta conformidade, o contrato de trabalho será considerado, por esta sociedade, resolvido, com o depósito da quantia aí prevista”, pode ler-se ainda no comunicado da SAD do FC Porto.

Desta forma, André Villas-Boas vai pagar os 15 milhões da cláusula de rescisão, ficando, assim, livre para assinar contrato com o Chelsea.

Comunicado

“A Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD, nos termos do artigo 248º nº1 do Código dos Valores Mobiliários, vem informar o mercado que a Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD foi hoje notificada da intenção do seu treinador, André Villas-Boas, de resolver, sem justa causa, o contrato de trabalho desportivo em vigor com esta sociedade, accionando a respectiva cláusula de rescisão, de imediato. Nesta conformidade, o contrato de trabalho será considerado, por esta sociedade, resolvido, com o depósito da quantia aí prevista.”


Notícia actualizada às 12h17