A voz do guarda-redes Hélton: “Temos sempre respeito, mas queremos sempre ganhar”

Foto
Helton e os deuses: deve estar tudo louco Foto: Jose Manuel Ribeiro/Reuters

“Este é o momento de desfrutar esta vitória e a seguir começar a trabalhar para vencer o Vitória de Setúbal”, afirmou o capitão Helton, antevendo já o jogo da 28.ª jornada do campeonato, no domingo, no Estádio do Dragão.

Quanto ao jogo de hoje, o guarda-redes brasileiro atribuiu o sucesso a “perseverança, humildade, concentração e trabalho” que a equipa vem demonstrando.

“Nunca se pense que ter respeito pelo adversário é ter medo dele. Nós temos sempre respeito, mas queremos sempre ganhar”, disse Helton, que acautela a segunda mão: “Conhecemos o potencial do adversário e, apesar da vantagem ser confortável, sabemos do que eles são capazes”.

O central Otamendi também preferiu um discurso cauteloso e, apesar de o FC porto estar “a 90 minutos da final de Dublin e com uma boa vantagem”, disse que “há que continuar a trabalhar e lá jogar com muita concentração”.

Segundo o defesa argentino, “faltou aguentar a bola e fazer pressão no primeiro tempo, algo se conseguiu melhorar na segunda parte, evitando os ataques adversários e ganhando espaço mais perto da área deles”.

João Moutinho, um dos jogadores mais ovacionados pelos adeptos durante o jogo, emparceirou nas opiniões dos colegas: “A eliminatória está longe de estar resolvida e vamos ter que estar ao nosso melhor nível para passar à final”.

O internacional português considera que “quatro golos de vantagem é, sem dúvidas, um bom resultado”, mas alertou que os adversários “vão dar tudo por tudo para tentar dar a volta”.

Sobre a diferença de atitude da equipa da primeira para a segunda parte do encontro, João Moutinho acha que a diferença esteve “na pressão que o FC Porto conseguiu manter sobre o portador da bola e, à custa disso, estar com mais velocidade no meio campo do Villarreal”.

Por fim, o médio portista recusou o estatuto de favorito para o FC Porto: “Não vejo as coisas dessa forma. Somos, sim, uma equipa que tem objectivos, que luta sempre até ao fim pelas vitórias”.

Sugerir correcção
Comentar