Futebol

Baltemar Brito despedido do Belenenses ao fim de um mês

O presidente do Belenenses confirmou hoje à agência Lusa o despedimento do treinador da equipa de futebol, Baltemar Brito, por não se enquadrar no perfil desejado pela SAD “azul” e revelou que o sucessor será contratado até sexta-feira.

João Pinho de Almeida, que no sábado foi eleito presidente do clube do Restelo, adiantou que foi decidido “prescindir dos serviços do treinador”, contratado pela comissão de sócios que dirigiu os destinos dos “azuis” até às eleições de 3 de Julho.

“Tratou-se de um processo infeliz. A administração transitória conduziu o processo de forma errada”, disse João Pinho de Almeida, que em ocasiões anteriores já havia criticado a contratação do técnico brasileiro, apresentado há precisamente um mês.

No entanto, o presidente do Belenenses disse ter “o maior respeito” por Baltemar Brito e que a decisão, tomada na assembleia geral da SAD, apenas está relacionada com uma “orientação diferente” da nova administração.

Quanto ao novo técnico, o presidente belenense revelou que será apresentado “até sexta-feira”, mas preferiu não adiantar nomes, nem se o novo timoneiro da equipa será português ou estrangeiro.

A assembleia geral da SAD, que hoje teve lugar no estádio do Restelo, serviu igualmente para designar Júlio Neves e Nuno Costa como administradores da sociedade anónima, que será liderada pelo próprio João Pinho de Almeida.

A equipa de futebol inicia na quarta-feira os trabalhos de pré-época, ficando os três primeiros dias (até sexta feira) reservados para a realização de exames médicos, enquanto o início dos treinos está agendado para segunda-feira, dia 12, já com a nova equipa técnica.

O Belenenses desceu na última temporada à Liga de Honra e tem como principal objectivo regressar o mais rápido possível à principal divisão do futebol português.