Sporting

Bettencourt afirma que o “quarto lugar é o objectivo”

O presidente do Sporting diz que o futuro de Carvalhal depende "da sorte e dos resultados"
Foto
O presidente do Sporting diz que o futuro de Carvalhal depende "da sorte e dos resultados" Raquel Esperança (Arquivo)

José Eduardo Bettencourt comentou esta manhã a actualidade do Sporting. O presidente do clube leonino, afirmou que “neste momento o objectivo mais tangível” para os “leões” é lutar pelo quarto lugar. Bettencourt disse ainda que assume “todas as responsabilidades pela situação que o Sporting atravessa”.

“Neste momento, pragmaticamente, o quarto lugar é o objectivo. Podem chamar-me o que quiserem e posso fazer conversa de circunstância e dizer que vamos lutar pelo primeiro, mas neste momento o objectivo mais tangível que temos é o quarto lugar.” O presidente do Sporting disse que com um “governo em guerra, não se pode sonhar” e assumiu “todas as responsabilidades pela situação que o Sporting atravessa”.

Em relação ao futuro do treinador Carlos Carvalhal, foi evasivo: “Admito tudo. Vai depender da sorte e dos resultados.” No entanto, Bettencourt não jogou à defesa quando falou de Paulo Bento afirmando que se tivesse permanecido em Alvalade fariam “uma grande dupla” por serem “dois a dar o corpo às balas”.

Sobre a saída de Sá Pinto, o dirigente considerou que "ninguém saiu a ganhar ou a perder, porque os direitos e deveres de um jogador não são os mesmos de um dirigente" e garantiu para breve "decretar um director-desportivo”.