Legislativas

Partido Trabalhista Português diz que referência no Gato Fedorento foi "ajuda" na campanha

O líder do Partido Trabalhista Português (PTP) afirmou à agência Lusa que a referência ao partido no programa televisivo "Gato Fedorento Esmiuça os Sufrágios" foi uma "ajuda" na campanha eleitoral do partido às legislativas.

"Ainda não foi possível o PTP chegar a todas as pessoas, mas estou surpreendido, apesar de tudo. O facto de o 'Gato Fedorento' ter falado no nosso tempo de antena foi importante e uma ajuda. Algumas pessoas reconhecem-nos daí. Sei que foi uma referência humorística, mas o próprio tempo de antena pretende ser humorístico", sublinhou Amândio Madaleno.

O programa "Gato Fedorento Esmiúça os Sufrágios", que marca o regresso do quarteto aos ecrãs de televisão, apresentou quarta-feira o tempo de antena do PTP, intercalando a sua transmissão com diversas referências humorísticas aos conteúdos do mesmo.

Criado há pouco mais de dois meses, o PTP prepara-se para ir pela primeira vez a votos nas eleições legislativas de 27 de Setembro.

Reconhecendo que "faltam limar arestas" na estratégia de campanha, o cabeça-de-lista do PTP refere que tem sido difícil transmitir ao eleitorado a mensagem do PTP, particularmente devido à "ausência de debates" na imprensa.

"Gosto pessoalmente de debates e isso não tem acontecido. Lamento imenso. Tivemos uma boa reacção à presença no 'Prós e Contras' de segunda-feira [RTP1]. Mas poucas pessoas votam em quem não conhecem", sublinhou Amândio Madaleno.

No dia de hoje o PTP tem agendado uma visita à feira da Moita, no distrito de Setúbal, a decorrer pelas 15h30.