Em Alphaville, na área metropolitana de S. Paulo

Igreja evangélica brasileira monta ringue de luta livre para tentar captar jovens fiéis

Os caminhos que conduzem à salvação são duros e de encosta arriba, mas ainda ninguém se tinha lembrado disto: a igreja evangélica brasileira Renascer em Cristo montou num dos templos da área metropolitana de S. Paulo um ringue para combates de luta livre. O objectivo, segundo uma reportagem hoje publicado no jornal “A Folha de S. Paulo”, passa por tentar conquistar fiéis jovens para este culto, resultante de uma cisão na Igreja Universal do Reino de Deus.

Graças a esta arrojada campanha de marketing e proselitismo, o templo de Alphaville está a acolher aquele que deverá ser o primeiro campeonato de artes marciais disputado num espaço religioso. A modalidade em causa, que mistura técnicas do boxe e do kataré, é conhecida no Brasil pelo nome de “vale-tudo”, expressão que parece também aplicável ao mais disputado campeonato da conquista de crentes.

De acordo com a reportagem d’"A Folha de S. Paulo", o facto de as lutas serem disputadas sob supervisão divina não implica qualquer prejuízo ao habitual fervor daquele desporto: a pancadaria é tão abundante como em qualquer ginásio, a assistência é entusiasmada e ruidosa e o único limite imposto pelo bispo da igreja prende-se com a proibição do tabaco e do consumo de álcool no recinto.

O locutor dos combates tem também algumas peculiaridades: tem a cabeça rapada e usa uma camisola de alças, mas utiliza o púlpito habitualmente ocupado pelos pastores da congregação e é, ele mesmo, apesar da indumentária tribal, um dos pastores da Igreja Renascer. Nos intervalos das lutas, conta aos presentes que foi toxicodependente e exorta-os a converterem-se. A contabilidade é animadora: "Cerca de 60 jovens entregaram a vida para Jesus", diz o bispo Leandro Miglioli, citado pela "Folha".

Satisfeita, a igreja promete organizar um segundo campeonato ainda este ano. Entretanto, o mesmo templo da Renascer recebe treinos de jiu-jitsu duas vezes por semana.

A Igreja Renascer em Cristo, fundada em 1986 e considerada a segunda maior congregação neopentecostal brasileira, foi, recorde-se, notícia muito recentemente, em, Janeiro, quando o tecto do seu templo principal, em S. Paulo, desabou sobre os fiéis, provocando nove mortos e 108 feridos. O futebolista Kaká, do Milan, é o mais famoso dos crentes da Renascer.

Notícia corrigida às 9h48