12ª edição

Arte: Cristina Valadas vence Prémio Nacional de Ilustração 2007

Cristina Valadas venceu aquela que é considerada a mais importante distinção na área da ilustração
Foto
Cristina Valadas venceu aquela que é considerada a mais importante distinção na área da ilustração DR

A artista plástica Cristina Valadas venceu por unanimidade o Prémio Nacional de Ilustração 2007 pelo trabalho em "O rapaz que sabia acordar a Primavera", com texto de Luísa Dacosta, anunciou hoje a Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas.

O júri do prémio decidiu distinguir Cristina Valadas "pela composição gráfica, simultaneamente equilibrada e livre de estereótipos" e pela "leveza e subtileza da vertente pictórica" do conjunto das ilustrações daquela obra, editada em 2007 pela Asa.

Em "O rapaz que sabia acordar a Primavera", conto de Luísa Dacosta, Cristina Valadas combina técnica mista, recorrendo a colagens, num estilo "que reforça a coesão semântica do objecto-livro".

Cristina Valadas receberá um prémio monetário de cinco mil euros, aos quais se acrescentam 1.500 euros destinados a custear uma deslocação à Feira do Livro Infantil de Bolonha, em Itália.

A esta 12ª edição concorreram 130 obras literárias destinadas a crianças e jovens, de 81 ilustradores e publicadas por 33 editoras ao longo de 2007.

O júri, composto por Dora Batalim, Sara Reis Silva e Maria Carlos Loureiro, atribuiu ainda duas menções honrosas a Madalena Matoso, pelas illustrações de "Quando eu nasci" (Planeta Tangerina) e ao ilustrador e realizador José Miguel Ribeiro por "O rapaz que aprendeu a voar" (Dom Quixote).

O júri decidiu ainda distinguir um conjunto de seis títulos ilustrados por José Saraiva ("Vermelho-cereja"), Alex Gozblau ("Romance do 25 de Abril"), Bernardo Carvalho ("A grande invasão"), Gémeo Luís ("A boneca Palmira"), Teresa Lima ("Ovos cozidos") e Margarida Botelho ("A colecção").

"Recebemos ilustrações de muito boa qualidade, excelentes livros ilustrados e foi por isso que decidimos referir ainda estes títulos", disse à agência Lusa Maria Carlos Loureiro, júri e directora de serviços do livro na direcção-geral.

Cristina Valadas, que recebeu uma menção especial na edição de 2000 pelas ilustrações de "Herbário", nasceu no Porto em 1965.

Licenciada em Pintura, Cristina Valadas tem publicadas várias obras para a infância, com especial destaque para as ilustrações para textos de Luísa Dacosta - "Robertices" ou "Sonhos na palma da mão" - e Jorge Sousa Braga - "Poema com asas" - e Manuel Alegre - "Pó de Estrelas".

Considerada a mais importante distinção na área da ilustração, o prémio já foi atribuído a artistas como Gémeo Luís, Teresa Lima e Marta Torrão.