Especulação, e não escassez de crude, terá acentuado preço

Petróleo atinge novo recorde de 101,32 dólares

Fotogaleria
PUBLICO.PT
Fotogaleria

O petróleo voltou hoje a atingir um novo recorde histórico em Nova Iorque, ao atingir os 101,32 dólares (68,7 euros) o barril, como consequência de uma sucessão de acontecimentos mas sobretudo da especulação em torno das matérias-primas.

O barril de "light sweet crude" para entrega em Março, que tinha hoje o seu último dia de cotação, terminou, no entanto, a valer 100,74 dólares, registando uma subida de 73 cêntimos de dólar face a ontem.

Em Londres, o barril de "Brent" do Mar do Norte para entrega em Abril terminou o dia nos 98,46 dólares, ou seja, a perder 14 cêntimos de dólar face ao dia anterior.

Num contexto em que interferem a saúde económica dos Estados Unidos e as implicações de uma contracção internacional no consumo de hidrocarbonetos, o barril de petróleo registou, em nove sessões, uma subida de mais de 13 dólares em Nova Iorque e 11 dólares em Londres.