Jornal "Tal & Qual" acaba amanhã

Foto
O Tal & Qual foi fundado em Julho de 1980 pelo jornalista Joaquim Letria DR

"Amanhã [sexta-feira] sai a última edição", disse à Lusa Emídio Fernando, adiantando que "a administração apenas referiu razões de mercado" para a decisão, que foi comunicada ontem ao director.

Dirigido desde o início deste ano por Emídio Fernando (que transitou da rádio TSF), o "Tal & Qual" apostou em Janeiro numa reformulação editorial e gráfica destinada a inverter a imagem do semanário e a conquistar novos leitores, conforme disse então o seu director: "Estamos a tentar que o 'Tal & Qual' seja um jornal, antes de mais, credível e respeitado. Nos últimos tempos, colou-se uma imagem que hoje se pretende desfazer".

No início do ano, o jornal assumiu também o formato tablóide e subiu o preço de capa para 1,10 euros.

Nos últimos anos o jornal tem sofrido quebras significativas nas vendas. Em 2004, contava com uma circulação média paga (vendas em banca e assinaturas) de 21.668 mil exemplares, valor que baixou em 2005 para as 16.059 mil unidades, segundo dados da Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação.

Em 2006 fechou com vendas médias de 13 mil exemplares, sendo que actualmente se encontra "entre os nove e os dez mil exemplares", avançou o director.

Fundado em Julho de 1980 pelo jornalista Joaquim Letria, o jornal conta actualmente com uma equipa de oito elementos, para além de colaboradores externos.

Sugerir correcção
Comentar