Novidades na Macworld 2007

Apple lançou o iPhone, o telemóvel mais esperado dos últimos tempos

O iPhone chega à Europa no fim do ano
Foto
O iPhone chega à Europa no fim do ano Paul Sakuma/AP

Sempre é o iPhone, dirão os que acompanharam as especulações e palpites dos últimos meses. A Apple, empresa de tecnologias que tem nos leitores multimédia iPod e nos computadores Macintosh a sua bandeira, acaba de entrar na área das telecomunicações.

O novo telemóvel junta as capacidades de um telefone às de um leitor multimédia portátil. Funciona com o sistema operativo MacOS X, serve para comunicar e para trazer no bolso as músicas, o e-mail, as fotos ou os vídeos preferidos.

O anúncio foi feito ontem, em São Francisco, nos EUA, onde decorre a Macworld, feira que a Apple organiza todos os anos para apresentar as suas novidades. Como de costume, a conferência de Steve Jobs, o director-geral da empresa, foi o ponto alto para os fãs da Apple.

"De vez em quando chega um produto revolucionário que muda tudo. É sorte se pudermos trabalhar num ao longo da carreira... e a Apple é sortuda por já ter lançado vários", disse Steve Jobs.

O novo telefone vai estar disponível em Junho, nos EUA, em duas versões: uma com 8 gigabytes (GB) de capacidade de armazenamento, que custará 600 dólares, e outra com 4 GB, a cerca de 500 dólares. À Europa chegará no final do ano, e na Ásia só em 2008. Tem uma câmara fotográfica com 2 megapixels de resolução e um ecrã táctil com 8,8 centímetros de diagonal.

Nos EUA, o telemóvel da Apple funcionará na rede Cingular Wireless. O seu desenvolvimento levou ao registo de mais de 200 patentes, o que o torna numa das maiores inovações da empresa.

O facto de ter o sistema operativo OS X - usado nos computadores da Apple - significa que o iPhone terá muitas das funções habituais naquelas máquinas. Permitirá aceder ao correio electrónico de forma automática ou ver os mapas do Google.

Onde fica o Starbucks mais próximo?

Para demonstrar como funciona, Jobs usou o telemóvel para aceder ao Google Maps e encontrar o café Starbucks mais próximo do centro de conferências onde se está a realizar a Macworld.

O iPhone pode também ser sincronizado com o computador para partilhar ficheiros. A ligação à Internet pode fazer-se através de redes Wi-Fi, sem fios. Integra ainda a tecnologia Bluetooth, que permite a ligação por radiofrequência a equipamentos que se encontrem próximos.

"Este é o dia para o qual tenho vindo a olhar há dois anos e meio", confessou Jobs. "Hoje a Apple vai reinventar o telefone."

Citado pelo site da revista PC World, Jobs comentou que já existem outros telemóveis que fornecem acesso ao correio electrónico e a uma "Internet bebé". Mas considerou que esses dispositivos - os smartphones - "não são assim tão "espertos" nem fáceis de usar."

Uma caixa para 50 horas de vídeo

É verdade que o iPhone centrou boa parte das atenções na MacWorld. No entanto, Steve Jobs trouxe outras novidades, como a Apple TV, da qual se chegou a falar em Setembro e que, até agora, foi conhecida como iTV.

É uma caixa que faz a ponte entre o televisor e o computador e tem um disco rígido de 40 gigabytes, o suficiente para guardar cerca de 50 horas de vídeo. O seu preço nos EUA será 299 dólares, mas ainda não se sabe quanto custará na Europa. Sabe-se, no entanto, que poderá reunir as fotos, os vídeos ou a música guardados em vários computadores, com os quais pode comunicar através de ligação sem fios.

A partir de agora, a Apple terá na sua loja de música e vídeo on-line, a iTunes, os filmes da Paramount. O acordo foi ontem anunciado e sucede-se a outro que a empresa já tinha com a Disney. Assim, o catálogo da Apple aumentará de 100 para 250 filmes disponíveis. A propósito, Jobs salientou que a iTunes já vendeu 2000 milhões de músicas, o que significa 58 canções por segundo e cinco milhões em cada dia que passa.

Esta foi também a edição em que a Apple mudou de nome. Já ninguém lhe chamava Apple Computers, pelo menos desde que lançou o iPod, em 2001, e deixou de ser uma empresa só de computadores. Agora passou a chamar-se só assim: Apple.