Criador de várias personagens marcantes

Morreu Joseph Barbera, um dos criadores de Tom e Jerry

Joseph Barbera rodeado por personagens criadas por si
Foto
Joseph Barbera rodeado por personagens criadas por si Reed Saxon/AP

Joseph Barbera, um dos grandes nomes do desenho animado, parceiro de William Hanna, morreu ontem, em Los Angeles, aos 95 anos de idade. A dupla Hanna-Barbera foi responsável pela criação de personagens como Tom e Jerry, Zé Colmeia, Os Flintstones, Scooby-Doo e Os Jetsons.

De acordo com Gary Miereanu, porta-voz da Warner Bros., Barbera morreu ao lado da sua mulher, Sheila.

O primeiro grande sucesso da dupla foi alcançado com os cartoons de Tom e Jerry. Numa entrevista à Associated Press, em 1993, Barbera lembrou o cepticismo dos primeiros tempos: "Quando começámos as pessoas diziam: 'Gato e rato? Isso está ultrapassado!'". "Diziam também que isso já tinha sido feito por toda a gente: Felix the Cat, Ignatz the Cat".

"Achei que não seria necessário diálogo para compreender as histórias em qualquer parte do mundo. Apenas precisávamos de um gato e de um rato, e toda a gente sabia o que ia acontecer".

Desde aí, Hanna e Barbera entraram no imaginário de várias gerações de crianças, com as séries animadas Os Flintstones, Urso Yogi, Os Jetsons e Scooby-Doo.

"A contribuição de Joe para a indústria da animação não tem paralelo – criou entretenimento para vários milhões de pessoas por todo o mundo", disse Sander Schwartz, que trabalhou com Barbera na Warner Bros. Studios.

Hanna, nascido em 1910, e Barbera, um ano mais novo, não planearam ser cartoonistas. Hanna, que estudou engenharia e jornalismo, começou a fazer animação porque não tinha outro emprego; Barbera cresceu no bairro nova-iorquino de Brooklyn e começou por trabalhar num banco.

Os desenhos animados Tom e Jerry venceram sete Óscares da Academia e a dupla Hanna-Barbera recebeu oito prémios Emmy.

William Hanna, sócio de longa data de Barbera, morreu em 2001.