Para o triénio 2003/2006

António Oliveira eleito presidente do Penafiel

António Oliveira, antigo futebolista internacional e ex-seleccionador português, foi hoje eleito por unanimidade presidente do Penafiel para o triénio 2003/2006, na mais concorrida Assembleia Geral extraordinária da história do clube.

O líder da única lista submetida a sufrágio prometeu aos cerca de 300 sócios presentes Pavilhão de Feiras e Exposições de Penafiel "recolocar o clube no mapa da I Liga", depois de esta época ter escapado por pouco à despromoção no terceiro escalão, ao terminar na 15ª posição da II Liga.

António Oliveira prepara-se para iniciar mais uma etapa da sua vida profissional, sempre ligada ao futebol, no clube onde também começou a sua carreira como futebolista e como treinador principal.

"É uma grande honra e um enorme desafio ser presidente deste clube. Quero, juntamente com o apoio dos associados, tornar esta aposta num projecto ousado, onde o Penafiel volte a figurar no mapa da I Liga", assumiu António Oliveira.

Além do presidente da Direcção, a lista única apenas integrava os líderes do Conselho Fiscal e da Mesa da Assembleia Geral, cargos que serão ocupados, respectivamente, por Acácio Moreira Sampaio e Alberto santos, este último presidente da Câmara de Penafiel.

Os restantes membros órgãos sociais terão de ser escolhidos até 11 de Julho, data da tomada de posse da nova direcção do Penafiel, que assume a liderança do clube para os próximos de três anos depois de os sócios se terem hoje pronunciado - também por unanimidade - a favor da alteração dos estatutos, nos quais estavam estipulados mandatos de apenas um ano.

António Oliveira prometeu uma "gestão de rigor e transparência". "É esse o meu compromisso, que assenta em três pressupostos: a minha experiência no mundo do futebol, o apoio do direcção e dos associados, que são a alma do clube", justificou.