Orquestra raízes ibéricas estreia-se hoje no Porto

A primeira récita é hoje, às 16h, na Fundação Engenheiro António de Almeida, Porto, e a segunda amanhã, às 21h30, no Centro Cultural de Paredes de Coura.

O projecto desta nova orquestra surgiu no contexto do Festival Raízes Ibéricas - um evento de regiões que pretende contribuir para o conhecimento, valorização e divulgação do património musical peninsular, que se realiza há dois anos e no âmbito do qual já aconteceram cerca de 120 espectáculos um pouco por todo o país e em Espanha.

O núcleo central da orquestra é constituido por músicos, todos solistas, com ligações aos quadros superiores da Régie Sinfonia do Porto e da Orquestra Sinfónica Nacional de Lisboa. Estão incluídos nomes como Vasco Barbosa (violino), David Lloyd (viola) e Jed Barahal (violoncelo). Como nota Atalaya: "O objectivo deste projecto não passa pela questão pessoal. Por isso quis que o primeiro concerto fosse dirigido pelo italiano Piero Bellugi." Na opinião do maestro português, o regente italiano é, talvez, o sucessor de Pedro de Freitas Branco, que considera "o mais notável director de orquestra nacional".

Depois dos concertos inaugurais, cujo programa percorrerá composições de Mozart e Bach, a Orquestra Raízes Ibéricas deverá continuar o seu trabalho, dirigida por José Atalaya e outros maestros convidados. A participação de músicos estrangeiros no projecto é vista com receptividade pela direcção que pretende assim equilibrar o nível dos intérpretes e assegurar o valor da formação.

Orquestra Raízes Ibéricas PORTO

Fundação Engenheiro António de Almeida. Rua Tenente Valadim, 326. Tel.:226067418


Hoje, às 16h


PAREDES DE COURA

Centro Cultural. Avenida do Cónego Bernardo Chouzal. Tel.:251780124


Amanhã, às 21h30