Três mortos confirmados

Helicóptero da Força Aérea caiu em Castro d’Aire

Foto
PUBLICO.PT

Um helicóptero da Força Aérea Portuguesa, um "Alouette III", despenhou-se esta tarde em São Joaninho, concelho de Castro d'Aire. Os Bombeiros Voluntários de Castro d'Aire confirmaram ao PUBLICO.PT a morte dos três ocupantes do aparelho.

O adjunto do comandante dos Bombeiros Voluntários de Castro d'Aire, Alfredo Morais, adiantou que poderá haver mais uma vítima entre os destroços do aparelho, mas que ainda não é possível confirmar esta informação.

O helicóptero caiu "numa zona de serra", próximo das localidades de São Joaninho e Alto de Fareginhas.

A mesma fonte indicou que o primeiro alerta foi dado por um "particular que terá visto o helicóptero a despenhar-se".

No local, encontram-se pelo menos 20 bombeiros, auxiliados por oito viaturas.

Segundo a SIC Notícias, o aparelho efectuava o transporte de material dos "Rangers" de Viseu para Lamego.

Um helicóptero semelhante ao acidentado de hoje despenhou-se em 20 de Fevereiro de 2000, durante operações do contingente português em Timor-Leste, no âmbito da missão de manutenção de paz no território das Nações Unidas. Dois militares morreram nessa altura.