Costa da Caparica

Governo chumba teleférico da Aroeira

A comissão de avaliação do projecto considerou que este atenta contra a paisagem protegida e o interesse público
Foto
A comissão de avaliação do projecto considerou que este atenta contra a paisagem protegida e o interesse público DR

O Governo reprovou a construção de um teleférico a ligar a Herdade da Aroeira à praia da Fonte da Telha, na Costa de Caparica, proposta por uma empresa privada, por atentar contra a paisagem protegida e o interesse público.

Em despacho citado pela Lusa, o secretário de Estado do Ambiente, Rui Gonçalves, diz concordar com o parecer desfavorável proposto pela Comissão de Avaliação (CA) do Estudo de Impacte Ambiental relativo ao projecto apresentado pelo Grupo SIL, proprietário do empreendimento urbanístico/turístico Herdade da Aroeira.Segundo um ofício endereçado pela Direcção-Geral do Ambiente a Rui Gonçalves, onde vêm sintetizadas as razões do parecer desfavorável proposto pela CA, o teleférico "provocará impactes negativos muito significativos e não minimizáveis" ao nível geológico, paisagístico e ecológico.
O projecto do Grupo SIL implica, de acordo com a CA, "o atravessamento e utilização de áreas com estatutos legais de protecção e de especial interesse para a conservação da natureza", como sejam a Mata Nacional dos Medos, a Reserva Ecológica Nacional e a Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa de Caparica.
A Comissão de Avaliação defende também que o teleférico "visa sobretudo a ligação de um empreendimento turístico privado a uma zona balnear", considerando que "a sua utilização será tendencialmente restrita ao universo dos residentes" da Herdade da Aroeira.

P24 O seu Público em -- -- minutos

-/-

Apoiado por BMW
Mais recomendações