APRENDER COM O PÚBLICO

Homenagear a Língua Portuguesa. Um desafio do PÚBLICO na Escola

Em casa, em família, com os vizinhos, amigos ou com a tua turma. São sugestões de atividades com que o PÚBLICO na Escola te desafia, para que reflitas sobre os media, sua importância nas nossas vidas, e participes na prática jornalística a partir de conteúdos do PÚBLICO. O destaque vai para a Língua Portuguesa.

aprender-publico,publico-escola,
Foto
Primeira edição d'Os Lusíadas pertencente à Biblioteca da Universidade de Coimbra Adriano Miranda

Ser a língua oficial de 260 milhões de pessoas, a mais falada no hemisfério Sul e a língua da primeira vaga de globalização, deixando palavras e marcas noutras línguas no mundo — foram estes os argumentos apresentados pelos países lusófonos, determinantes na ratificação da UNESCO.

O que te propomos:

SUGESTÃO 1

A descoberta da riqueza da Língua Portuguesa, das suas variantes regionais e diferenças vocabulares, em Portugal e nos outros países lusófonos que começaram a moldar a língua ao seu jeito

    Lê a crónica de Patrícia Carvalho, no PÚBLICO, “Cruzeta, caleira, aloquete e tapa-vento”:

     “Gosto das subtilezas e da estranheza da língua assim dividida entre termos diferentes, mas iguais. E não me chateia    nada perguntar o significado de uma palavra se a desconheço ou explicar, de novo, o que quer dizer a expressão tão estranha que acabou de sair com tanta naturalidade da minha boca. Ainda que às vezes não seja fácil.”

  • Qual a tua opinião sobre as variantes regionais da nossa língua?
  • Discute o assunto com a tua família e com a tua turma: estas variantes são enriquecedoras? Causam constrangimentos? Devem ser valorizadas ou, pelo contrário, é preferível promover o seu desaparecimento, unificando a língua? 
  • Faz um levantamento de regionalismos da zona onde vives;
  • Imagina que, tal como a jornalista Patrícia Carvalho, vais ter de ir estudar ou trabalhar para fora do teu distrito, ou para outro país lusófono: escreve um texto em que antecipes as dificuldades e os momentos humorísticos que desse “intercâmbio vocabular” poderão surgir, na tua comunicação com os outros; ou relata um episódio que já tenhas vivenciado, em circunstâncias semelhantes.

SUGESTÃO 2

Entrevista a Luís de Camões

  • Pesquisa informação biobibliográfica de Camões;
  • Com base nos dados que recolheste, prepara um guião com as questões a colocar pelo entrevistador e as possíveis respostas do entrevistado. Como foi a comunicação com os outros povos? Episódios curiosos que daí resultaram? Que reflexos teve na língua e na forma como se falava em Portugal? Como é que as pessoas lidavam com essas variantes? Qual a sua opinião acerca da evolução da língua? E sobre o novo Acordo Ortográfico? — estas são algumas perguntas que pode ser interessante colocar;
  • Desafia alguém para que a entrevista possa ser feita. Grava-a em registo áudio ou vídeo;
  • O entrevistado — Camões — pode ser caraterizado de acordo com a época em que viveu. A criatividade é o teu limite.