Ganhámos graças ao Cristiano

Espantou-me a iniquidade daqueles que tentaram converter a vitória da selecção numa derrota para Cristiano Ronaldo. É preciso ser-se muito ingrato, injusto e ignorante.

Fiquei felicíssimo e vibrei muito com a vitória da selecção – até tenho vergonha de dizer o minuto em que deixei de ter medo que a Suíça empatasse –, mas, só para fazer o contraponto da alegria, eis umas observações desmancha-prazeres.

Sugerir correcção
Ler 79 comentários