Peritos propõem medidas para SNS mais sustentável. Governo tem de deixar de nomear dirigentes

Das nomeações políticas à melhoria das condições de trabalho, como se faz um SNS mais resiliente e sustentável? Especialistas identificam 43 recomendações para um sistema mais capaz.

Foto
Recomendações têm concordância acima de 75% entre especialistas Manuel Roberto

Assegurar a autonomia da gestão das instituições de saúde, acabar com as nomeações políticas dos dirigentes ou melhorar as condições de trabalho dos profissionais de saúde para os fixar são algumas das recomendações de um grupo de 37 peritos para tornar o Sistema Nacional de Saúde (SNS) mais sustentável e resiliente. O ex-ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes integrou o projecto e, em declarações ao PÚBLICO, recorda que a transformação “é um processo complexo e demorado”. As conclusões deste diagnóstico são apresentadas esta quarta-feira no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários