Gulbenkian e Ministério da Educação vão ensinar emoções aos professores

Programa de formação arranca no início do ano, tendo por base experiência das Academias Gulbenkian de Conhecimento, que, nos últimos quatro anos, chegaram a 54 mil alunos.

Foto
Foto de arquivo do recreio da Escola Secundária João de Barros tiago lopes

A Fundação Calouste Gulbenkian e o Ministério da Educação querem aumentar os conhecimentos dos professores sobre emoções e vão lançar, a partir de Janeiro, um programa de formação em que os docentes vão, por exemplo, aprender a identificar sinais de burnout em si próprios e nos alunos. A iniciativa parte da experiência das Academias de Conhecimento, que, nos últimos quatro anos, permitiram validar cientificamente 45 formas de promover competências sociais e emocionais na escola.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários