Filipa Tomaz da Costa, a decana das enólogas portuguesas: “Sou uma apaixonada por vinhos brancos”

“Terei sido a primeira enóloga do país”. A directora de enologia da Bacalhôa é, aos 64 anos, a decana das enólogas de Portugal. Uma figura incontornável do vinho. Este sábado há Fugas Especial Vinhos.

Foto
Devo ter sido a primeira enóloga do país e hoje, aos 64 anos, sou a decana. Daniel Rocha

“Quando era nova, do que eu gostava mesmo era de cavalos. Ainda hoje monto, mas de uma forma amadora. Tenho um sobrinho que com 23 anos já é equitador. Na altura, a vida era mais difícil e não pude seguir esse caminho. O meu pai morreu quando eu estava a meio do curso e até por isso não seria fácil mudar de rumo. Mas tive pena.

Sugerir correcção
Comentar