Prétu é um afronauta em viagem, Prétu não tem chão, continua à procura

Descobrimo-lo recentemente mas já o conhecíamos há muito. Prétu é aquele em que Chullage se desdobrou, projecção de futuro com o passado sempre presente. Este sábado vamos vê-lo no CCB, em Lisboa.

Foto

É um dos mais importantes rappers portugueses, como o atestam Rapresálias (2001), Rapensar (2004) e Rapressão (2012), criador de lírica inspirada, rima certeira no beat, homem atento ao pormenor que torna a vida relatada vida mesmo, empenhado numa luta em várias frentes: contra o flagelo racista, contra as tentações xenófobas, pelos deserdados das sociedades contemporâneas, pela possibilidade de imaginar uma realidade pós-capitalista, mais comunitária que individualista.

Sugerir correcção
Comentar