Urgências hospitalares cheias com doentes que esperam horas. Há uma solução para o problema?

Criar um sistema de referenciação de encaminhamento para as urgências e aumentar a confiança da população para recorrer a outros serviços do SNS são algumas das soluções apontadas por médicos.

Foto
O Hospital de Santa Maria, em Lisboa, chegou a registar 14 horas de espera na pulseira amarela, que são doentes classificados pela triagem como urgentes Ricardo Lopes

É um problema antigo e ainda sem solução. A elevada procura pelos serviços de urgência, que gera uma grande pressão sobre a capacidade de resposta dos hospitais, já não é só um problema sazonal, mas que tende a agravar-se no Inverno. Este dá mostras de não ser excepção. Esta segunda-feira, as urgências de alguns hospitais voltaram a encher-se de doentes à procura de uma resposta. Como mudar este cenário?

Sugerir correcção
Ler 16 comentários