Feminismo, sim. Luta de classes só para quem quiser

A discussão surgiu com a eleição de Giorgia Meloni em Itália. Afinal é um marco para o feminismo a primeira primeira-ministra italiana?

O que são políticas feministas? Há uma lista definida? Por quem? Quem pode implementar políticas feministas? Toda a gente ou há alguma instituição informal a que pedir primeiro a bênção? Como se mede se as políticas são feministas? Pelos resultados – se promovem os direitos, liberdades e oportunidades das mulheres ou não? Pelas intenções? Pela filiação partidária de quem as implementa? Que eventos históricos promovem direitos, liberdades e oportunidades das mulheres? Só os que a Junta Feminista determina cumprirem critérios de virtude?

Sugerir correcção
Ler 29 comentários