Comissão propõe fecho de seis blocos de partos, ministro adia decisão mas autarcas já protestam

Autarcas da Guarda e Castelo Branco não aceitam encerramento de urgências de obstetrícia e pedem “reunião urgente” ao ministro da Saúde.

Foto
O ministro Manuel Pizarro diz que nenhuma decisão será tomada antes do início do próximo ano Rui Gaudencio

A comissão de especialistas nomeada para encontrar soluções para os problemas das urgências de ginecologia e obstetrícia propõe o encerramento de seis blocos de partos, confirmou o PÚBLICO. São dois na região Norte - Famalicão e Póvoa de Varzim -, dois no Centro - Guarda e Castelo Branco - e dois em Lisboa e Vale do Tejo - Vila Franca de Xira e Barreiro.

Sugerir correcção
Comentar