Chris Davidson (1976-2022), o surfista que se deixou enrolar por outras ondas

Derrotou a grande lenda do surf Kelly Slater com apenas 19 anos. Talento e confiança não lhe faltavam, mas não foi mais longe na carreira porque era dado aos vícios e não soube equilibrar a sua “alma agitada”. Davo, como era conhecido, morreu aos 45 anos.

obituario,morte,peniche,desporto,surf,australia,
Fotogaleria
Chris Davidson tinha 45 anos World Surf League
obituario,morte,peniche,desporto,surf,australia,
Fotogaleria
Davidson é recordado como um dos surfistas com maior talento natural de sempre World Surf League
obituario,morte,peniche,desporto,surf,australia,
Fotogaleria
Tinha uma personalidade inconstante e “complicada”, segundo os amigos World Surf League

Mais trágico do que uma morte trágica é saber que esta pode ser o momento pelo qual uma vida fica recordada. Sobretudo, uma vida que foi vivida “a todo o gás”, de um surfista com talento e confiança suficientes para que deixasse os outros de boca aberta, mesmo nos dias menos bons. Chris Davidson só não foi mais além porque a cabeça o impediu. Ele mesmo era o seu “maior inimigo”, cedendo a impulsos e comportamentos autodestrutivos, diz quem o conhecia. É por isso que muitos lamentam que, infelizmente, a surpresa não tenha sido muita quando souberam como morreu: num hospital em New South Wales, na Austrália, depois de ter levado um murro, à porta de um sports bar, que o fez embater no chão. O agressor, que se encontra detido e a aguardar julgamento, já o tinha tentado estrangular momentos antes, segundo os documentos apresentados em tribunal. Chris Davidson morreu no dia 24, aos 45 anos.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários