O que podemos esperar de quem dirige um museu?

É preciso identificarmos, formarmos, apoiarmos e colocarmos nas posições certas colegas que possam ser líderes no nosso sector. Não pessoas que vão “simplesmente dirigir” os nossos museus e outras organizações culturais, mas pessoas que tenham uma visão de futuro, que tenham o dom e a capacidade de inspirar outras e cujo pensamento e prática possam mostrar caminhos.

No mês de Julho, uma empresa chamada Hellostaff estava a recrutar assistentes de sala para o Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA). Especificava no anúncio (que já não se encontra online) que as pessoas interessadas deveriam ter conhecimentos e/ou licenciatura em História de Arte ou similar e conhecimentos básicos de inglês. Informava-se que pagariam honorários no valor de 5,35/hora, com recibos verdes.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários