Poderosa, confiante e radiante. Beyoncé quer ver o mundo a dançar

Quem dança os males do mundo espanta. Em Renaissance, o álbum editado esta sexta-feira, Beyoncé quer que celebremos o Verão em comunidade, com ela a homenagear músicas de dança do passado, mas com o vigor irrecusável do presente.

Foto
Carlijn Jacobs

Está habituada a ser o foco das atenções. Começou a subir aos palcos aos 7 anos. Aos 14, aquilo que fazia com as Destiny’s Child já gerava interesse. Ainda assim, em 2003, quando já era uma celebridade global, dizia-nos que a privacidade era a faceta mais difícil de gerir na sua actividade. “Quando se está a lamber um gelado no parque, a última coisa que desejamos é que esteja um fotógrafo por perto”, dizia-nos então.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários