Nova direcção do PSD faz “renovação geracional sem ruptura”

A escolha de figuras jovens como Margarida Balseiro Lopes para a direcção de Montenegro é bem acolhida no partido.

Foto
Margarida Balseiro Lopes tornou-se vice-presidente do PSD aos 32 anos LUSA/ESTELA SILVA

Em cada eleição de uma nova liderança do PSD, o partido confronta-se com o debate interno em torno da necessidade de uma renovação geracional na sua cúpula. Luís Montenegro comprometeu-se em “renovar o PSD” e convidou para a sua direcção mais restrita figuras experientes como Paulo Rangel ou Miguel Pinto Luz mas também nomes como Margarida Balseiro Lopes, 32 anos, ex-líder da JSD, e Inês Palma Ramalho, 36 anos, advogada, e que é desconhecida do eleitorado.

Sugerir correcção
Ler 12 comentários