PSD: primeiro a união, agora venha a oposição

O PSD tem de ir mais longe se quer reconquistar eleitores ao centro e, não esquecer, estancar a erosão à direita. Os portugueses precisam de olhar para os olhos azuis de Montenegro e ver alguém capaz de os governar.

Luís Montenegro conseguiu já uma primeira vitória importante para poder almejar ir para lá dos dois primeiros anos de mandato e conseguir apresentar-se a eleições como a alternativa eleitoral ao Partido Socialista de que o país precisa. Sai do Porto com um partido unido, refrescado nos protagonistas e sem qualquer oposição interna.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários