Plano nacional contra o cancro quer proibir publicidade ao álcool

A estratégia, que se encontra em discussão pública até ao final do mês, também prevê aumentar o preço do tabaco e a idade mínima para comprar cigarros e produtos derivados.

Foto
A publicidade ao álcool já tem restrições, mas longe da proibição que impende sobre o tabaco Tiago Lopes

A publicidade a bebidas alcoólicas deve passar a ter as mesmas restrições que já existem para a promoção do tabaco, de modo a reduzir o consumo de uma substância que é um factor de risco para o desenvolvimento de alguns tumores. A proposta consta da Estratégia Nacional de Luta contra o Cancro, que entrou em discussão pública esta sexta-feira. O documento prevê também alargar os alimentos abrangidos pelo plano de limitação do sal e do açúcar.

Sugerir correcção
Ler 32 comentários