Ministério do Ensino Superior apresentou vários projectos às Finanças mas só o do Iscte teve apoio

Dotação centralizada do Ministério das Finanças garante contrapartida nacional a iniciativas que têm apoio comunitário. MCTES tentou, noutras ocasiões, ter verbas dessa rubrica para projectos do sector, mas levou sempre “nega” de João Leão. Quem o diz é o ex-ministro, Manuel Heitor.

Foto
João Leão saiu do Governo para a vice-reitoria do Iscte Daniel Rocha

O Centro de Valorização do Conhecimento e Transferência de Tecnologias (CVTT) do Iscte — Instituto Universitário de Lisboa foi o único projecto da área tutelada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) a ser apoiado directamente pela dotação centralizada do Ministério das Finanças (MF) nos últimos cinco anos. Quem o diz ao PÚBLICO é o ex-ministro Manuel Heitor. A lei define que a afectação dessa verba só pode ser feita por despacho do ministro das Finanças. À época, o cargo era ocupado por João Leão, nomeado vice-reitor daquela instituição de ensino dois dias depois de deixar o Governo.

Sugerir correcção
Ler 51 comentários