De repente, a filha quer ser rapaz. Esta é a carta da mãe

Bem vindo ao trágico mundo dos “destransgéneros”. Falar disto é ser conservador, de direita e transfóbico? Venham as etiquetas. Mas venham também os argumentos.

“Por favor, faça a sua parte e dê a conhecer esta realidade. Pode salvar vidas.”

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.
Sugerir correcção
Ler 36 comentários