Plano contra a discriminação já influenciou recrutamento de mulheres na PSP e GNR, diz IGAI

Dirigente da “polícia das polícias”, a inspectora-geral Anabela Cabral Ferreira acredita que plano pode servir de contenção de comportamentos discriminatórios. Lamenta que não seja possível averiguar a taxa de diversidade étnico-racial nas polícias por constrangimentos legais.

Foto
Anabela Cabral Ferreira afirma que plano pode servir de contenção Nuno Ferreira Santos

Leia aqui mais sobre este tema: Em 2021 dois polícias foram sancionados por discriminação. SEF é a força com mais mulheres

Sugerir correcção
Ler 1 comentários