Mortes por cancro subiram 20% no mundo numa década. Em Portugal foi 10%

Em 2019, no Mundo, registaram-se 23,6 milhões de novos casos e dez milhões de mortes, o que representa um acréscimo de 26,3% e 20,9%, respectivamente, em relação a 2010. No mesmo período Portugal passou de 29 mil mortes para 32 mil. Cancros do pulmão, cólon, estômago e mama estão entre os que geram maior carga de doença.

Foto
Rui Gaudencio - 29 de Junho de 2018 - IPO, Instituto Portugues de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil. Mamografia. Lisboa Rui Gaudêncio

Numa década, o número de novos casos de cancro e de mortes aumentou significativamente no mundo. Em 2019 registaram-se 23,6 milhões de novos casos e dez milhões de mortes, o que representa um acréscimo de 26,3% e 20,9%, respectivamente, em relação a 2010. Em Portugal, o número de novos casos e de mortes também cresceu: mais 5,4% no primeiro caso e mais 10,3% no segundo. Em termos mundiais, em 2019, o cancro representou 250 milhões de anos perdidos de vida saudável, refere um estudo internacional, que alerta para desigualdades no acesso ao diagnóstico e aos cuidados de saúde a nível mundial.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários