Estabilizar a área do euro perante choques adversos

Ao choque pandémico acresce a tensão geopolítica entre Rússia e EUA, sobretudo após os ultimatos da Rússia em 17 de Dezembro último, bem como a continuada tensão entre EUA e China.

A área do euro continua a viver em sobressalto. O choque económico causado pela pandemia continua ainda a sentir-se e a prioridade das políticas públicas europeias continua a ser estabilizar a área do euro em termos macroeconómicos, algo que se está a revelar difícil.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários