Empresa municipal de obras de Lisboa muda de liderança em vésperas de orçamento

Sem presidente desde Novembro, a SRU preparou um orçamento que terá de ser aprovado pela nova administração. Executivo de Moedas tem várias decisões nas mãos: a Baixa sem carros avança? E as operações de renda acessível?

Foto
A construção de prédios para renda acessível em Entrecampos é um dos maiores projectos que a SRU tem actualmente em mãos Rui Gaudencio

A SRU, empresa municipal de obras em Lisboa, está sem presidente desde o fim de Novembro e no conselho de administração ficou apenas uma pessoa. Por esse motivo, o plano de actividades e orçamento para 2022 chegou na semana passada às mãos dos vereadores sem ter sido aprovado internamente e também sem o parecer do revisor oficial de contas.

Sugerir correcção
Comentar