Ana Sena, a jovem portuguesa que entrou no mundo dos videojogos e conquistou a Forbes

Aos 29 anos, Ana Sena lidera a estratégia de uma das maiores empresas de live stream e integra a lista “30 under 30” da Forbes.

Foto
Ana Sena: “Penso ser importante para outras mulheres em Portugal verem uma mulher portuguesa a ser distinguida internacionalmente pelo seu esforço e trabalho” DR

Começou por aprender a tocar piano, mas rapidamente percebeu que a música estava longe de ser um dos seus talentos. Foi então que, com apenas seis anos, Ana Sena percebeu que poderia ser mais bem-sucedida nas aulas de Inglês, frequentadas na companhia do irmão. Aos 17 anos, quando terminou o ensino secundário, decidiu que queria aproveitar os conhecimentos naquela língua para estudar no estrangeiro. E Londres foi o destino escolhido para estudar Produção de Cinema. Com 20, mudou novamente de país e foi para os Estados Unidos. Aprendeu mais sobre a área dos negócios e, no fim do mestrado, entrou no mundo do entretenimento digital. Agora, lidera a estratégia de conteúdo e desenvolvimento de canais da Twitch, uma das maiores empresas de live stream da Amazon, em Los Angeles – cidade onde vive –, e foi distinguida pela revista norte-americana Forbes, que a incluiu na lista dos 30 jovens que “lideram uma revolução artística e tecnológica”.

Sugerir correcção
Comentar