2021 trouxe uma onda de fenómenos climáticos extremos. O pior ainda está para vir, dizem os cientistas

Os eventos extremos causados pelas alterações climáticas estão a aumentar e é cada vez mais evidente que as razões estão associadas à actividade humana. “Estamos a concentrar energia suficiente para que os eventos que sempre tivemos sejam ainda mais potentes.”

Much of Mayfield, Ky., was destroyed by a tornado on Dec. 10. MUST CREDIT: Washington Post photo by Joshua Lott.
Fotogaleria
Grande parte de Mayfield, no Kentucky, foi destruída por um tornado a 10 de Dezembro de 2021. Joshua Lott/ Washington Post
Pam Wilson, 62, sits outside with her dog Harley at the Sunrise Center cooling center in Portland, Ore., in June, 2021. MUST CREDIT: Photo for The Washington Post by Alisha Jucevic.
Fotogaleria
Pam Wilson, 62 anos, senta-se ao ar livre com o seu cão, Harley, no centro de arrefecimento Sunrise Center em Portland, em Junho de 2021. Alisha Jucevic/ Washington Post

Os resultados dos estudos apresentados esta semana na maior conferência mundial de ciência climática têm uma mensagem inequívoca e inquietante: as alterações climáticas estão a alterar fundamentalmente o tipo de clima existente e a sua impressão digital pode ser encontrada no número crescente de catástrofes que reclamaram vidas e arruinaram meios de subsistência em todo o mundo.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários