Horas extraordinárias e prestações de serviço já custaram mais de 400 milhões de euros ao SNS

Até Setembro, enfermeiros já tinham feito mais de cinco milhões de horas extras e os médicos mais de quatro milhões. Número de horas realizadas a mais continua a subir. Nos primeiros dez meses deste ano, ascendiam a 18,5 milhões, ultrapassando já todo o valor realizado no ano passado.

Foto
Até Outubro os profissionais de saúde fizeram mais 1,2 milhões de horas extra do que o total realizado em todo o ano passado Manuel Roberto

Até Setembro deste ano, os enfermeiros já tinham feito mais de cinco milhões de horas extras e os médicos mais de quatro milhões. Para colmatar a necessidade de recursos humanos, junta-se a esta solução o recurso às prestações de serviço. Neste período, o SNS pagou mais de 400 milhões de euros em horas extraordinárias e em prestações de serviço, de acordo com dados da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) enviados ao PÚBLICO. Nos últimos anos, a despesa com estas duas rubricas tem vindo sempre a aumentar e, pelo menos em relação às horas extras, não se espera um resultado diferente em 2021. Nos primeiros dez meses deste ano, o número de horas suplementares realizadas pelos profissionais de saúde ascendeu a 18,5 milhões, tendo já ultrapassado o valor total do ano passado.

Sugerir correcção
Ler 23 comentários